Chaos
Produtos

Expanda seu universo criativo.

Descubra o Ecossistema Chaos

Todos-em-um

Cloud

Simulação

SoluçõesEducaçãoComunidade
Partners in Art Saiba mais
Suporte

Ir para a Central de Ajuda Chaos

Ir para a Central de Ajuda

Central de Ajuda Chaos


RecursosGaleria
© The Post House © Kevin Beckers © INK Studio © Julen Urrutia © ASILE © Nicolas Dagna © Dmitry Kremiansky © 747 Studios
© The Post House © Kevin Beckers © INK Studio © Julen Urrutia © ASILE © Nicolas Dagna © Dmitry Kremiansky © 747 Studios

Como escolher o melhor software de renderização para suas necessidades


Pronto para renderizar? Neste artigo, o especialista em CG Ricardo Eloy discute tudo o que você precisa considerar ao escolher um mecanismo de renderização para arch viz, VFX e design.

Todos nós já passamos por isso: você tem essa grande ideia maluca para uma imagem ou animação, começa a projetá-la em sua mente, visualiza-a com cada pequeno detalhe e abre seu aplicativo 3D favorito.

Depois de muito trabalho, finalmente chegou a hora de renderizar. Então, uma pergunta surge do nada: este é o mecanismo de renderização certo para o trabalho? Estará à altura da tarefa de renderizar esta minha obra-prima? Ou isso vai me segurar tragicamente?

Bem, jovem padawan, nós sentimos você.

Apertar o botão “render” é um momento mágico quando um único comando inicia um complicado processo de cálculos que finalmente revelará seu trabalho. Você precisa de um motor que traga algumas coisas para o campo:


1. Disponibilidade

Tng_2.png
Studio © aTng

Você provavelmente usará um aplicativo 3D específico, dependendo do setor em que atua. Por exemplo, se você trabalha com projeto arquitetônico, é provável que use o Autodesk Revit, Rhino ou SketchUp. Por outro lado, se você estiver em visualização arquitetônica, O 3ds Max é provavelmente a sua praia. Se você trabalha com efeitos visuais ou animação, provavelmente usará Cinema 4D, Maya, Houdini…

Portanto, a primeira pergunta que você precisa responder é se uma opção de mecanismo de renderização está disponível para o seu software preferido.

Alguns softwares de renderização estão disponíveis apenas para alguns aplicativos. E isso pode ser particularmente complicado porque alguns aplicativos têm limitações quando se trata de modelagem, por exemplo. É por isso que é importante escolher um mecanismo de renderização que esteja disponível para todos os aplicativos que você pretende usar, para que você possa usar qualquer um (ou alguns!) que melhor lhe convier.


2. Confiabilidade

render_engine_blog_02.png
San Andreas by Scanline VFX © Warner Bros. Pictures

Seu mecanismo de renderização reunirá todas as informações que você criou até agora e as transformará em uma única imagem (seja uma imagem estática ou um quadro de uma animação). Isso significa que seu motor precisa ser confiável, para que você saiba que funcionará sempre. Ele deve ser projetado desde o início para lidar com seus maiores e mais complicados projetos, não importa quão pesada seja sua cena ou quão louca ela possa parecer. Afinal, a última coisa que você quer que segure você é o seu software.


3. Flexibilidade

Ant-Man by Method Studios © Marvel Studios

Trabalhos diferentes têm necessidades diferentes, então seu motor de renderização deve ser capaz de fazer... Bem... Tudo!

As cenas de visualização arquitetônica, por exemplo, geralmente são enormes, apresentando alguns bilhões de polígonos necessários para construções detalhadas e vegetação individual usada no entorno.

VFX, por outro lado, precisa de um fluxo constante de informações entre os softwares na pipeline, com cenas que vão do 3ds Max ao Maya e vice-versa, sem falar nas partículas, efeitos de fogo, fumaça, líquidos…

A flexibilidade é fundamental. Seu mecanismo de renderização deve ser capaz de renderizar o que você tem em mente e se encaixar em seu pipeline da maneira mais perfeita possível.

4. Realismo

Porsche 718 Cayman © CircleMedia

Hoje, é provável que você e seu cliente estejam procurando por fotorrealismo. Claro, é mais fácil falar do que fazer, mas o que é fotorrealismo, afinal?

Simplificando, o fotorrealismo é o quão perto do mundo real uma imagem está. O espectador precisa acreditar que aquilo existe em algum lugar do mundo real – seja uma casa aconchegante ou um alienígena maluco. Para atingir esse nível de realismo, seu mecanismo de renderização deve ser capaz de calcular a iluminação do mundo real com reflexos, reflexos e refrações de luz precisos. Além disso, os materiais devem obedecer à física do mundo real para parecerem corretos em qualquer situação.

Se você trabalha na visualização de projetos, esse realismo pode até se tornar uma parte crítica da prototipagem de itens do mundo real antes de serem fabricados. Com o software de renderização de produto certo, você pode ter uma boa ideia de como um design ficará e responderá à luz.


5. Facilidade de uso

render_engine_blog_05.png
Design © Goon

Como dissemos no início deste artigo, o mais importante aqui é a sua ideia. Você não vai querer perder tempo esperando ou tentando descobrir como fazer algo e passar incontáveis horas tentando. Todos nós queremos que nosso mecanismo de renderização seja fácil de aprender e usar, sem comprometer seu poder. Quanto mais tempo você passar sendo criativo, sem esperar, melhor!


6. Velocidade

Pagani Huayra © Dmitriy Ten

Se a criatividade é o seu ofício, seu mecanismo de renderização deve ser muito rápido. Gastar tempo esperando uma renderização terminar em vez de forçar os limites de sua criatividade não parece inteligente, certo?

É por isso que aproveitar todo o hardware disponível pode ser a diferença entre um bom resultado e um ótimo resultado. Seu software de renderização 3D deve ser capaz de aproveitar tanto a CPU quanto a GPU e usar todas as máquinas disponíveis em sua rede para que você aproveite ao máximo seu hardware e trabalhe o mais rápido possível.


7. Preço

render_engine_blog_07.png
Reebok ATV 19 © Dimitriy Lee

Está tudo lindo e maravilhoso até começarmos a falar sobre dinheiro, não é? Vamos ser sinceros: o preço é uma grande parte do motivo pelo qual você pode escolher este ou aquele motor de renderização, além de todos os aspectos técnicos que mencionamos. Há uma infinidade de opções disponíveis, portanto, o melhor mecanismo de renderização deve atingir esse ponto ideal entre preço e potência, sendo acessível e capaz de fazer o que você precisa sem compromissos.


Então…?

Se você chegou até aqui, provavelmente está pensando que um mecanismo de renderização que checa todas as caixas simplesmente não existe. É muito para cumprir. Mas não se preocupe: ele existe.

O software de renderização 3D está disponível para a maioria dos aplicativos, incluindo Revit, SketchUp, 3ds Max, Maya, Cinema 4D, Rhino, Houdini, Unreal, Nuke… É uma bela lista! Isso significa que você pode continuar trabalhando com seu aplicativo favorito e o V-Ray se integrará perfeitamente a ele, sem atrapalhar sua produtividade.

Isso não é tudo. Se em um determinado momento você precisar trocar de aplicativo (por exemplo, você inicia seu design no SketchUp e deseja movê-lo para o 3ds Max), o V-Ray é consistente entre os aplicativos para que você possa iniciar seu design onde e como achar melhor e movê-lo para onde quiser. E a melhor parte é que você não precisa se preocupar com licenças: a V-Ray Collection apresenta versões V-Ray para todos os principais softwares de modelagem, bem como Chaos Phoenix, Chaos Vantage, Chaos Scans, créditos Chaos Cloud e Chaos Player.

Combine isso com a incrível confiabilidade e capacidade do V-Ray de lidar com cenas enormes sem suar a camisa, e você encontrará um mecanismo de renderização que estúdios e profissionais em todos os lugares confiam para criar projetos arquitetônicos de classe mundial e animação de última geração e VFX para cinema e TV.

2022_render_engine_blog_YT_thumb.jpeg2022_render_engine_blog_YT_thumb.jpeg

Precisa que sua imagem seja tão real quanto possível? O V-Ray apresenta materiais e iluminação fisicamente precisos que fazem suas cenas parecerem uma fotografia real.

Quando se trata de velocidade, o V-Ray pode aproveitar todo o hardware disponível. Você pode fazer uso de renderização de CPU e GPU.

E, com o renderizador de produção interativo (IPR) do V-Ray e seu V-Ray Vision baseado em mecanismo de jogo (disponível em aplicativos selecionados), você pode ver todas as alterações feitas em seu design em tempo real, com altas taxas de quadros, tornando todo o processo criativo ainda mais rápido e preciso.

Finalmente, um renderizador tão completo deve custar uma fortuna, certo? Felizmente, o V-Ray também é um ótimo negócio!

O modelo de preços da Chaos torna as renderizações de alta qualidade acessíveis, com muitas opções para escolher. Desde planos mensais e anuais até licenças perpétuas, você tem a liberdade de escolher qual modelo funciona melhor para você de acordo com suas necessidades.

O V-Ray tem até licenças de estudante por um preço especial pra você começar sua carreira com o pé direito.

Ainda não tem certeza se o V-Ray é para você? Por que não ver por si mesmo? Você pode baixar um trial de 30 dias grátis , completo com suporte técnico, agora mesmo!

Comece sua jornada de renderização 3D.

Teste o V-Ray gratuitamente por 30 dias.
ChaosEnscapeCylindo
© 2023 Chaos Software. Todos os direitos reservados.

Your shopping cart

There are no items in your cart.

Continue shopping
MasterCard
Visa
AmEx
JCB
Discover
PayPal