Chaos
Produtos

Expanda seu universo criativo.

Descubra o Ecossistema Chaos

Todos-em-um

Cloud

Simulação

SoluçõesEducação
V-Ray Collection Saiba mais
ComunidadeSuporte

Ir para a Central de Ajuda Chaos

Ir para a Central de Ajuda

Central de Ajuda Chaos


RecursosGaleria
© Hau Nguyen Dinh
© Hau Nguyen Dinh

5 dicas para entregar uma renderização perfeita sempre


Quase pronto para apertar o botão de renderização? Certifique-se de dar uma olhada na lista de dicas de renderização de Shusen Zhao para suavizar seu workflow e evitar possíveis armadilhas.

Todos nós já estivemos lá. Você montou meticulosamente sua cena, ajustou a câmera, a iluminação e as texturas com perfeição, e a emoção de ver o resultado final está aumentando. Mas, quando você clica em render, algo está errado.

Felizmente, a renderização nunca foi tão direta e, com as últimas versões do V-Ray, os erros são coisa do passado. No entanto, há algumas coisas que você pode fazer antes de começar a renderizar para garantir que tudo corra da melhor maneira possível. Pedimos ao especialista em renderização e artista 3D Shusen Zhao para compartilhar sua lista de verificação de pré-renderização.


1. Verifique o caminho da textura

Há poucas coisas mais frustrantes do que a falta de texturas em sua renderização final. Isso geralmente ocorre porque não verificamos nossos caminhos de textura antes de renderizar e, então, temos que perder tempo e esforço para renderizar novamente. Mas há uma solução fácil - no V-Ray for SketchUp e no V-Ray for Rhino, você pode usar a ferramenta V-Ray File Path Editor diretamente. 

5-3d_06.png

Com esta ferramenta, você pode definir caminhos de arquivo, criar arquivos de cena e acompanhar assets como texturas, arquivos IES e objetos proxy. Além disso, ele oferece uma visão geral clara de todos os arquivos disponíveis na cena, para que você não perca o controle de nenhum.

Os arquivos nesta janela podem ter três indicadores de cores diferentes, dependendo do status do caminho do arquivo:

  • Verde – O arquivo está disponível e seu caminho é visível pelo V-Ray. 
  • Amarelo – O arquivo está disponível, mas está incorporado em um arquivo de cache temporário.
  • Vermelho – O arquivo está ausente ou inacessível.

Preste atenção aos vermelhos ao verificar o caminho da textura, pois eles afetarão os resultados da renderização.

5-3d_04.png

2. Adicione os elementos de renderização necessários

O sucesso precisa ser aprimorado. Um bom resultado de renderização geralmente também precisa de ajustes adequados. Por causa disso, podemos adicionar elementos de renderização como Cryptomatte, Light Mix, etc. antes de renderizar.

Esses elementos de renderização nos dão mais espaço para ajustes e criam mais possibilidades no V-Ray Frame Buffer posteriormente.

The example shows two different light setups created with the help of VRayLightMix: daylight and dusk.

3. Ajustando a composição

V-Ray 6 adiciona o Proportion Guide ao V-Ray Frame Buffer para tornar os renders mais atraentes.

A camada Proportion Guide permite que várias guias de composição sejam sobrepostas na imagem. Os guias disponíveis são Regra dos Terços, Diagonais, Proporção Áurea, Cruz Central e Grade Personalizada. Ao usar essas grades, podemos criar composições esteticamente mais agradáveis.

5-3d_03.png

4. Escolha o mecanismo de renderização certo

O V-Ray oferece dois mecanismos de renderização: V-Ray CPU e V-Ray GPU. Se você deseja habilitar a renderização de GPU,  no V-Ray Asset EditorSettings tab → selecione CUDA ou motor RTX. As GPUs renderizam mais rapidamente, pois são projetadas especificamente para computação massivamente paralela.

Embora o V-Ray GPU e CPU sejam basicamente os mesmos em termos de recursos suportados, ainda existem pequenas diferenças em suas bases de código. É por isso que não é uma boa ideia alternar entre os mecanismos no meio do seu projeto. Se você estiver usando V-Ray GPU ou CPU durante a fase de visualização de seus ajustes, tente usar o mesmo para a renderização final - caso contrário, seus resultados finais podem não ser os mesmos.

This image has nothing to do with the article. We just really like it. © Hau Nguyen Dinh

5. Experimente o render na nuvem

Antes de renderizarmos nossa imagem final, tendemos a aumentar a resolução e a qualidade. No entanto, nossos computadores geralmente têm limitações de hardware que nos impedem de obter a renderização final rapidamente - e é aí que o Chaos Cloud pode ser útil. Este serviço de renderização está embutido no V-Ray e pode enviar trabalhos para a nuvem em um único clique.

Clicar no botão Render in Chaos Cloud enviará sua cena atual para a Chaos Cloud para análise. Uma vez que a cena é analisada com sucesso, você tem que finalizar algumas das configurações do trabalho de renderização antes de começar a renderizar no Chaos Cloud.

Além disso, o Chaos Cloud agora possui um serviço de colaboração, que facilita o compartilhamento de trabalho com clientes, membros da equipe e outras partes interessadas para facilitar a revisão, marcação e comentários a qualquer momento.  

5-3d_05.png

Conclusão

Com essas dicas, você pode garantir que seus renders saiam como você deseja, sem surpresas inesperadas. Isso também acelerará o andamento de seus projetos e fará o trabalho com mais eficiência, dando-lhe tempo para trabalhar com mais clientes — ou para relaxar .

O que você adicionaria ao nosso checklist? Deixe-nos saber seus rituais de pré-renderização na seção de comentários abaixo.

Comece sua jornada de renderização 3D.

Teste o V-Ray gratuitamente por 30 dias.
Shusen_Zhao_540x540.jpg
About the author

Shusen Zhao

Shusen Zhao is a V-Ray Mentor in mainland China. He founded V-Ray Station in 2019 and joined Chaos as a Territory 3D Specialist in 2021. When he's not perfecting his renders, Shusen likes to frequent the gym to perfect a healthy body.

Originally published: August 17, 2022.
ChaosEnscape
© 2022 Chaos Software. Todos os direitos reservados.

Your shopping cart

There are no items in your cart.

Continue shopping
MasterCard
Visa
AmEx
JCB
Discover
PayPal